Intolerância a lactose, e agora?

Você teve esse diagnóstico? Imagino que deve estar se perguntando, coisas do tipo: O que eu posso comer? Como agir no happy hour com os amigos e a família? Ao tirar leite e derivados da minha vida vou ter falta de nutrientes no meu organismo? Calma, eu posso te ajudar.

Primeiramente é importante saber que você não está sozinho, em 2018 essa condição já afetava cerca de 65% da população no mundo. Sabemos hoje que existe três motivos para obter esse diagnóstico, um seria genético, segundo motivo e mais comum é a forma primaria quando o organismo deixa de fabricar a enzima lactase que auxilia da digestão da lactose e essa baixa produção da enzima pode se manifestar em qualquer momento da vida. O terceiro motivo seria em decorrência de alguma doença que afeta o intestino, como por exemplo doença celíaca, doença de Crohn, gastroenterite, entre outras doenças.

Seja qual for o motivo, ao consumir alimentos com a lactose dependendo da quantidade de alimento ingerido você devia sentir dor e distensão abdominal (inchaço), flatulência (gases), náusea e diarreia entre outros sintomas. Falo aqui em quantidade da lactose porque na maioria dos casos até 12g que é o equivalente a um copo de 240 ml de leite por exemplo, é bem tolerado pelo organismo. No entanto, vale ressaltar que algumas pessoas sentem alguns desses sintomas e acham que tem a doença, é importante fazer o exame para comprovar a falta da enzima no organismo uma vez que a qualidade do leite ingerido também afeta a alimentação e provoca muitos desses sintomas (assunto para próxima semana).

Você que teve esse diagnóstico e está preocupado em ter que tirar leites e derivados da sua rotina, se acalme. Hoje existe os mais diferentes produtos no mercado que já vem com a enzima lactase o que facilita a digestão desses produtos no seu organismo, então você pode continuar consumindo leite, manteiga, queijo, iogurte, requeijão, pão de queijo, biscoitos, chocolate, etc. e eles são uma alternativa saudável pois esses alimentos não apresentam diferença nutricional ao ser comparado com produtos com lactose. Já as bebidas vegetais possuem baixa quantidade de cálcio e outros nutrientes devido a presença de antinutrientes e para resolver esta situação a indústria inclui enzimas e nutrientes como o cálcio para dar aquele UP no produto.

Aí você me pergunta, mas Fe esses produtos são muito caro? Um pouco, você pode optar por comer produtos com lactose e comprar a enzima nas farmácias para ingerir antes das refeições ou se escolher retirar alimentos à base de lacticínios da sua rotina alimentar precisa de suplementação de cálcio.

Procure um médico para o diagnóstico correto e um nutricionista para te ajudar com a nova a alimentação, tudo tem quer ser tranquilo para não atrapalhar na sua rotina e garantir sua qualidade de vida.


Referência bibliográfica

  • Rodríguez Martínez D., Pérez Méndez LF. Intolerância a lactose. Rev. esp. doente escavação. [Internet]. 2006 Feb [cited 2020 Jun 17]; 98 (2): 143-143. 
  • Santos Geisa J., Rocha Raquel, Santana Genoile O .. Intolerância à lactose: o que é um manejo correto ?. Rev. Assoc. Med. Bras. [Internet]. 2019 Feb [citado 2020 17 de junho]; 65 (2): 270-275. 
  • Batista Raíssa Aparecida Borges, Assunção Dyessa Cardoso Bernardes, Penaforte Fernanda Rodrigues de Oliveira, Japur Camila Cremonezi. Lactose em alimentos industrializados: avaliação da disponibilidade da informação de quantidade. Ciênc. saúde coletiva  [Internet]. 2018  Dec [cited  2020  June  19] ;  23( 12 ): 4119-4128.
fernanda
  • fernanda

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende sua consulta